O lançamento do "Porque canta um pequeno coração", de José Pedro Moreira, é amanhã!

71231009_1320433464805745_7403648106400579584_n.jpg

lançamento de PORQUE CANTA UM PEQUENO CORAÇÃO, livro de poesia de José Pedro Moreira, com capa/desenhos de André Ruivo
///// Apresentação por Elisabete Marques
///// Leitura de poemas por Tatiana Faia e Victor Gonçalves

Resistência Lisboa, Calçada Marquês de Abrantes, nº 82, Lisboa
//////////////////////// Dia 5 de Outubro às 18:30h


as fontes pulsam
como se tivesses levado
uma pancada na cabeça
e um zumbido anuncia
um novo estado
de hiper-realidade
regressas
a um mundo árido
óbvio
vês
três jogadas à frente
sordidez e vergonha
ainda assim persistes
em anotar os números
fazer os cálculos
convertendo
em livro-razão do teu vício
o caderninho de infância
onde anos antes
à margem dos detritos
da mais grandiosa
guerra intergaláctica
sonhaste que um dia
um pequeno coração
poderia cantar

Quatro cidadãos conspiram lendo versos: leitura de poesia (4 de Outubro, Porto)

70900621_2710248375654923_4486477018690486272_n.jpg

Francisca Camelo, José Pedro Moreira, Mafalda Sofia Gomes e Vítor Teves têm livros novos acabados de sair (ou prestes a sair, no caso da Mafalda).
Assumindo o já sobejamente conhecido carácter dispensável da poesia, estes quatro poetas decidiram juntar-se para lerem alguns poemas. Num tempo de capitalização individual de todos os pequenos gestos quotidianos, haverá algo mais revolucionário do que a inutilidade de uma leitura coletiva de poesia?
Aparece e traz um inútil também!

No dia 4 de Outubro, na livraria Flâneur (Porto), às 17.30.

5 poemas de "Porque Canta um pequeno coração", de José Pedro Moreira, lidos pelo autor e por João Concha

É fácil perceber quem leu quais: as leituras expressivas e claras são as do João, o tipo com má dicção e que ainda por cima murmura os poemas sou eu (José Pedro).

E alguma publicidade:

Amigos do Porto (e arredores): se puderem venham à leitura conjunta, com a Francisca Camelo, a Mafalda Sofia Gomes e o Vítor Teves, na próxima sexta-feira, 4 de Outubro, pelas 17h30 na Flâneur. Mais informações aqui.

Amigos de Lisboa (e arredores): se puderem, venham à apresentação do livro, no próximo dia 5 de Outubro, pelas 18h30. A apresentação estará a cargo de Elisabete Marques, e contará com leituras de Tatiana Faia e Victor Gonçalves. Mais informações aqui.

No Silêncio...

“todos iguais a todos. Quando”

- Bernardo Pinto de Almeida

“Isto é excesso de tempo livre!”

- Raul Milhafre

Caspar Friedrich - “View of Arkona with rising moon and nets”, 1803.

Porque canta um pequeno coração: novo livro de José Pedro Moreira

livro.jpg

NOVO LIVRO | Col. Mutatis-mutandis, #13


O próximo livro da não edições chama-se PORQUE CANTA UM PEQUENO CORAÇÃO, com poemas de José Pedro Moreira e capa/desenhos de André Ruivo.


Este é o #13 volume na Colecção Mutatis-mutandis e estará em pré-venda exclusiva na Feira do Livro do Porto, a partir do próximo dia 6, com a Flâneur.

/// pedidos também via nao.edicoes@gmail.com ///


Aviso: Este livro contém, entre outras coisas, generosas doses de presunto curado sem o uso de nitratos acompanhadas com Horácio, aparições não autorizadas de Thom Yorke, um tratado metafísico e geológico advogando a causa terraplanista, o furto de uma piada dos Monty Python que o autor consegue sanear de qualquer humor, o esboço de um guia turístico para uma ilha desabitada, a morte de Augusto, uma versão de bolso dos mandamentos do mestre Miyagi, alguns conselhos amorosos, e a recomendação de alguns videojogos com que os leitores poderão ocupar a sua solidão quando os conselhos amorosos falharem. Efeitos secundários poderão incluir irritação da alma, o desejo de férias e o ocasional sorriso. Se os efeitos persistirem, por favor consulte o seu exorcista.


/////////////// do livro: http://bit.ly/34afNTa

«as fontes pulsam / como se tivesses levado / uma pancada na cabeça / e um zumbido anuncia / um novo estado / de hiper-realidade / regressas / a um mundo árido / óbvio / vês / três jogadas à frente / sordidez e vergonha / ainda assim persistes / em anotar os números / fazer os cálculos / convertendo / em livro-razão do teu vício / o caderninho de infância / onde anos antes / à margem dos detritos / da mais grandiosa / guerra intergaláctica / sonhaste que um dia / um pequeno coração / poderia cantar»

////////////// do autor:

José Pedro Moreira nasceu em Lisboa, 1983. Vive em Oxford. Publicou traduções do AGAMÉMNON de Ésquilo (Artefacto Edições, 2012) e de Catulo (juntamente com André Simões, Livros Cotovia, 2012). Um dos fundadores e editores da Enfermaria 6 (www.enfermaria6.com). Em 2018 publicou o seu primeiro livro de poesia, GATOS NO QUINTAL.